BEBA RAMONES, OUÇA JACK DANIEL’S

Neonazistas sul-americanos, skinheads filhos de autoridades no Planalto Central, cotias no Campo de Santana, mesmo não sendo o habitat natural delas. Esses são alguns exemplos de como a falta de informação – ou de bom senso – pode ser prejudicial para a ideologia de um indivíduo. Mas e daí, ele – o indivíduo – não liga mesmo e, por mais ridículo que pareça, uma penca deles conseguem alavancar seguidores que só querem fazer parte de um todo, e passar  uma imagem “diferente”. Nesse mesmo contexto um fenômeno vem acontecendo há algum tempo no Brasil e a tendência é ficar cada vez pior: AC/DC, Rolling Stones, Jack Daniel’s e Ramones viraram grifes.

Hoje quem anda pelas ruas se depara com pessoas sendo mídias de algo que elas nem sabem o que significa, e se soubessem nem acreditariam muito na ideologia, mas seguem uma moda que infelizmente não é passageira.

É de encher os olhos, e doer o fígado, ver alguém desfilando com uma blusa escrito “Jack Daniel’s #7”, muitas vezes sem ter idade para beber Sonrizal; ou também uma boca vermelha com uma língua pra fora estampando uma bolsa e a mais aterrorizante das modas: a blusa baby look escrito “Ramones”, recortada e cheia de brilho da pior qualidade, compondo aquele visual fashion.

Ora, vamos. Se fizéssemos um questionário de três perguntas simples, a maior parte dos portadores dessas indumentárias não estariam aptos para usá-las. Sim, esse questionário deveria ser requisitado. Certa feita, quando duas pessoas conversavam em um transporte público de massa – uma delas vestida com Jack Daniel’s cravado no peito – aconteceu o seguinte diálogo: “Que estilo de música eles tocam”? No que prontamente veio a resposta: “Róqui, ué!”.

Atualmente lojas fast-fashion vendem blusas femininas customizadas com o logo dos Ramones e acredite, não é nem um pouco digna da história de Dee Dee, Tommy, CJ, Johnny, Joey e Marky. “A essência da pessoa não está no que ela veste”, os mais liberais dirão. Mas nessa atual conjuntura, a essência de uma pessoa está principalmente no que ela não veste.

No fundo, dá até uma vontade sádica de premiar essa galera que anda “de Ramones”: uma viagem ao passado para conhecer o CBGB’s no meio de um show underground.

Se você também não sabe o que está vestindo, sua roupa possui as inscrições RAMONES ou JACK DANIEL’S e isso não te diz nada, por favor, dispa-se.

Tá certo que uma camiseta diz pouco sobre uma pessoa, mas o que elas dizem não deve ser nada bom.

Autor

Alex Chrispim

Editor e Redator do blog Humor & Malte desde 2009. Além de escrever sobre o assunto, também produz, bebe e critica a própria cerveja.

Comentários



As mais lidas

As mais lidas

As mais lidas